Conteúdo - Centro

Brasil assina na ONU termos de cooperação latino-americana pela inclusão com Chile, Colômbia e México

Notícia 866 de 14/06/2017
DESCRIÇÃO. Fotografia em primeiro plano, de perfil, mostra o Secretário Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marco Pellegrini, assinando um documento com a caneta na boca. Márcia Pellegrini segura a pasta com o documento para assinatura do secretário.

Chile, Colômbia e México agora são oficialmente nossos parceiros também na causa da acessibilidade e inclusão. O Brasil assinou na noite dessa quarta, 14 de junho, termos de cooperação Latino-Americana da qual também participam esses três países. O compromisso foi firmado durante cerimônia especial na 10ª Conferência dos Estados Partes Signatários da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência, na sede da ONU, em Nova Iorque. O foco é a implementação do artigo 32 da Convenção, que prevê a cooperação internacional entre os Estados Partes, se necessário com apoio de organizações internacionais e regionais e da sociedade civil, para promover entre os países o desenvolvimento conjunto de programas, a capacitação e a cooperação em pesquisa e em conhecimentos científicos voltadas ao público com deficiência – inclusive com assistência técnica e financeira e compartilhamento de tecnologias assistivas acessíveis.

“As similaridades entre o Brasil e os países que assinam esse acordo, especialmente as econômicas e sociais, facilitam a identificação de desafios e demandas em comum”, afirma o secretário Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência, chefe da delegação brasileira na Conferência da ONU e signatário do termo representando o Brasil. “A partir dessa assinatura, poderemos nos apoiar mutuamente pela troca de informações, estabelecimento de metas e desenvolvimento conjunto de programas e políticas públicas que possam forjar gradativamente nossa sociedade para a acessibilidade e a inclusão”, completa.